Persoona One

PERSOONA® One é um programa de consultoria individual voltado para quem tem objetivos pessoais e profissionais específicos.

Persoona Spot

PERSOONA® Spot é uma modalidade de consultoria exclusiva e específica para profissionais que desejam melhorar sua imagem de maneira ampla, seja em aparições midiáticas, sites pessoais ou fotos e vídeos profissionais. O objetivo é transmitir com exatidão as mensagens desejadas para cada área de atuação. Um raio-x completo do perfil em todos os sentidos, incluindo comunicação postural, comportamental e verbal com profissionais de fonoaudiologia, estética e media training.

Persoona B2B

PERSOONA® B2B consiste em consultorias corporativas para adequação da identidade visual específicas para o nicho de mercado de cada cliente. A finalidade é promover a exclusividade e a diferenciação do negócio no ponto de contato mais importante com parceiros, fornecedores e clientes: seus próprios colaboradores.

GOSTARIA DE MAIS INFORMAÇÕES SOBRE ESSE SERVIÇO?


Depoimento Ana Cristina Pontes

“Vivemos uma era de intenso narcisismo, gastamos cada vez mais com beleza, nossa sociedade valoriza sobremaneira a aparência e, no entanto, bilhões de pessoas ainda convivem com a fome e a miséria. Será que pensar em desenvolver um visual mais estiloso faz de mim uma pessoa superficial e indiferente às mazelas do mundo? Por outro lado, será que recusar o aprimoramento da minha imagem me faz mais comprometida com um mundo melhor e mais justo? São alguns dos dilemas que ponderei ao pensar sobre uma consultoria de estilo. E ainda havia um certo apego ao cabelão (rsrsrsrs)… Foi meio demorado, mais de um ano entre o primeiro contato com o tema – em um workshop da Cris Alves, em 2013 – e a incorporação da mudança. Mas valeu a pena: o resultado ficou bárbaro, a Cris foi super respeitosa com os meus dilemas, me indicou profissionais que entenderam e incorporaram minhas idiossincrasias. Me sinto melhor, mais bonita… E, seguramente, ao fazer escolhas mais sábias, vou parar com o consumismo por impulso – “temos que ser a mudança que queremos ver no mundo”, não é?”

Voltar à página inicial